Bodega Alto de la Ballena

Hoje vou falar de vinho, no mês passado tive o prazer de visitar uma vinha muito jovem que esta produzindo vinhos maravilhosos. A Bodega Alto de la Ballena, fica em Maldonado, região sudoeste do Uruguay, a 30 minutos de Punta del Este. A Sierra de la Ballena, foi o local escolhido para iniciar o vinhedo, devido ao seu terroir com solo pedregoso, o clima perfeito e a influencia da brisa do mar e da Laguna del Sauce. O lugar é lindo, conhecemos todas as instalações numa visita guiada. A plantação, o processo da colheita,  enfim…tudo sobre a produção do vinho. Finalizamos o passeio com uma deliciosa degustação, acompanhada com pãozinho caseiro e queijos artesanais da região.Alto de la Ballena

Nós degustamos 4 vinhos, começamos com um Rosé, da safra de 2010; um vinho leve e fresco, de cor vibrante, quase cereja, acido com aroma de frutas vermelhas e final vegetal. Uma ótima opção para servir de entrada acompanhando de uma salada de folhas.

Seguimos com um corte especial da bodega, um Tannat-Viogner, simplesmente maravilhoso. Essa mistura quebrou a dureza do tannat e trouxe uma leveza e frescor inusitado. A cor deste vinho é rubi, com aroma leve de flor, baunilha, toques de madeira e frutas negras, tipo amora. Eu amei este vinho.Bodega Alto de la Ballena

Outra mistura que me surpreendeu, foi um varietal muito feliz de Merlot-Tannat-Cabernet Franc. Huuuuummmmm!!! Esse eu fiz questão de trazer para casa, vou preparar uma receita especial para acompanha-lo e provar da segunda experiência. Aguçando os sentidos, aos olhos é grená, vivo, no nariz, notas de frutas vermelhas, morango, framboesa e de leve flores do campo. O paladar tem taninos maduros, suaves, redondos, que preenchem toda a boca e o final é persistente e delicado ao mesmo tempo.

Finalizamos com o Cabernet Franc, um vinho produzido com uvas maduras, maceradas e fermentada no frio e conservadas em robles francês por 14 meses. O resultado é um vinho intenso, de cor púrpura transparente, nota-se de primeira frutas maduras e caramelo. Oque chama a atenção neste vinho é  sua evolução na taça, depois de um tempo as notas ficam mais suaves e aparece um “que” de chocolate.Desktop6

Vamos ficar de olho nos vinhos produzidos nesta bodega, pois são diferenciados, jovens e produzidos por pessoas apaixonadas pelo que fazem. Para quem for para o Uruguay, vale a pena visita esta região do pais, que além de vinícolas, tem fabricas de queijo e de doce de leite…tudo uma delícia.

Visitas Alto de la Ballena agendar com a Paula – visitas@altodelaballena.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s